domingo, 6 de maio de 2012

* "O Verdadeiro Super Herói"


Super Herói - Teatro Cristão Pedro sempre gostou dos super-heróis da TV e por isso queria ser como um deles(e quem, quando criança não desejou voar como o Super Homem?).

Mas num teatro, que se desenrola entre a conversa entre Pedro e do narrador, ele descobre que aqueles são heróis falsos.

E que o nosso verdadeiro super-herói é Jesus.

Personagens: 
Pedro
Narrador
Materiais:
Aranha de borracha
Máscara do Homem-Aranha
Algo vermelho, preferencialmente um saco, desde que não seja plástico, para evitar perigos, para cobrir a cabeça de Pedro
Capa do Super-Homem

NARRADOR: Em um dia Pedro estava pensando...
PEDRO: Hum! Como deveria ser bom ter super poderes, mas, infelizmente, eu não faço a mínima ideia de como ter eles! (Ele pensa, pensa e pensa) JÁ SEI! De acordo com a revistinha do homem aranha, ele teve seus poderes logo após ter sido picado por uma aranha, então só preciso de uma aranha para ser picado!
NARRADOR: E como você vai saber qual tem veneno ou não?
PEDRO: Não incomode narrador! É só ligar para o Richard do programa “Selvagem ao Extremo”!
NARRADOR: Então está bem, não está mais aqui quem falou!
PEDRO: Vou procurar uma aranha!
NARRADOR: Não vai conseguir!
PEDRO: Fica quieto na sua e vai narrando narrador!
NARRADOR: Está bem então!
PEDRO: Olhem! (Aponta para a aranha de borracha) Achei uma aranha! Vem aranha, vem aqui, pode me picar eu deixo! (Enquanto ele fala deixa uma mão do lado da aranha e gesticula com a outra)
NARRADOR: Essa eu não quero nem ver! Tem certeza de que você quer fazer isso?
PEDRO: Lógico narrador!(É picado pela aranha) Aí!!! Isso doe!
NARRADOR: Eu tentei te avisar!
PEDRO: Deixa! De acordo com o filme amanhã eu vou ter SUPER PODERES! (deita no palco e fecha os olhos)
NARRADOR: No dia seguinte...
(Pedro se levanta com um pulo)
PEDRO: Olhe narrador! Agora eu tenho super poderes, olha (tenta dar um super pulo e cai no chão) Como?
NARRADOR: Eu bem que te avisei! Agora ouve minha ideia?
PEDRO: Pssssiuuuu Narrador! Já estou tendo outra ideia.
NARRADOR: Essa não!
PEDRO: De acordo com a minha teoria, se o super-homem veio de outro planeta e com o sol do nosso planeta ganhou superpoderes, sendo o deles vermelho, seguindo o inverso desta lógica, se eu ver o nosso sol vermelho, eu ganharei superpoderes!
NARRADOR: Mas como você vai mudar a cor do sol, me explica.
PEDRO: na verdade só vou por este saco vermelho na minha cabeça, para eu enxergar tudo vermelho! Para assim eu ter superpoderes que nem o do super-homem!
NARRADOR: Tem certeza?
PEDRO: Claro! (Pedro sai de cena)
NARRADOR: 10 minutos depois...
PEDRO: Achei um saco! Agora terei os poderes!
(Pedro coloca o saco na cabeça)
NARRADOR: Conseguiu Pedro?
PEDRO: É lógico olha! (Pedro faz um movimento como se fosse voar mas acaba caindo)
NARRADOR: Bem que eu tentei avisar! Agora, você quer ouvir minha ideia?
PEDRO: Fala logo!
NARRADOR: Olha Pedro, eu acho que o único modo de conseguir poderes é aceitando Jesus como seu único salvador!
PEDRO: Porque você não me disse antes! Vou logo para a igreja então! (Pedro saí)
NARRADOR: Uma semana depois... (Pedro volta)
PEDRO: Narrador, não é que é verdade mesmo, depois que saí daqui naquele dia, procurei logo Deus numa igreja, lá eu aceitei Jesus como meu único e suficiente Salvador. No fim do culto, o pastor veio me cumprimentar e acabou comentando que tinha uma garotinha doente e que ele não poderia ir. Eu me ofereci a ir. Chegando lá, achei a menina doente, orei por ela e no exato momento em que eu terminei de orar ela falou que estava até com fome!
NARRADOR: Não é o máximo Pedro? Com Jesus nós podemos todas as coisas, desde que agradem à Sua vontade, pois, afinal, é Ele que nos fortalece! E nós acabamos melhor que o homem-aranha, super-homem, batman e todos os outros heróis juntos.
(FIM)
de
http://infantilebenezerjp.blogspot.com.br






Nenhum comentário:

Postar um comentário