sexta-feira, 28 de novembro de 2014

* "Um homem agradecido"


Jesus cura dez leprosos
Obrigado Jesus!
Lucas 17.11-19

“Bom dia!” Disse um homem.
“Bom dia!” Disse sua esposa.
Ela olhou para a mão dele.
Ela balançou a cabeça.

“Olhe!” Disse a esposa do homem.
“Tem alguma coisa errada.”
“Tem alguma coisa errada com a sua mão.”
“Ah não!” Ele disse.
“Tem alguma coisa muito errada!”

As crianças olharam assustadas!

“Eu preciso ir até os sacerdotes!”
O homem disse.

O homem foi à cidade.
Ele correu até os sacerdotes.
Os sacerdotes olharam para o homem.
Eles olharam para a pele dele.
Eles balançaram a cabeça.
Tinha alguma coisa muito errada.

“Diga-me o que foi?”
Disse o homem.

“Vá!” Disse o sacerdote.
“Você está doente!”
“Você tem que morar fora da cidade!”
“Você não pode morar com sua família!”
“Você não pode orar com sua família!”
“Você não pode pescar com seus amigos!”

O Sacerdote disse: “Outras pessoas tem essa doença.
More com elas fora da cidade.
More lá até que nós vejamos...
que você está curado”.

O Sacerdote disse: “Vá! Vá agora.
Só volte se você achar que está curado”.

O homem caminhou sozinho.
O homem caminhou devagarzinho.
Ele sabia ninguém voltava.

Ele foi morar com nove pessoas doentes.
Agora eram dez leprosos.

A família do homem queria vê-lo.
Ele podia chamar sua família.
Ele podia dizer: “Oi!”
Mas ele não podia chegar perto da sua família.

Os seus amigos vinham vê-lo.
Mas apenas de longe.

O homem podia acenar para seus amigos.
Ele podia perguntar: “Como foi à pescaria?”
Mas ele não podia ir pescar com seus amigos.

O homem podia orar.
Ele podia orar fora da cidade.
Mas ele não podia orar com sua família.

Muitos não oravam mais.
Muitos não criam mais.
Mas aquele homem tinha esperança.
Ele orava.

Um dia os dez leprosos...
Ouviram que Jesus estava vindo.
“Jesus vem vindo!” Eles gritaram.

Eles sabiam sobre Jesus.
Jesus ensinava as pessoas...
Sobre o amor de Deus.
Ele ensinava as pessoas a orar.
Ele contava histórias...
Para ensinar as pessoas...
Sobre o amor de Deus.
Jesus curava os doentes.
Ele fazia com que ficassem bons.
Agora Jesus estava chegando.

Jesus descia a rua.
Os dez homens o viram.
Eles acenavam para Jesus.
Eles clamaram a Jesus.

“Jesus! Jesus, por favor, ajude-nos!”
Jesus olhou para lá.
Ele viu os dez homens.
Ele viu que acenavam para ele.
“Jesus! Jesus, por favor, ajude-me!”
O homem leproso clamava.

“Vão!” Disse Jesus.
“Vão se mostrar aos sacerdotes,
vão agora!”

Os dez homens leprosos começaram
...a estrada descer.
Eles fizeram o que Jesus disse.
Eles foram até o sacerdote.

“Vejam!” disse um homem.
“Vejam a minha pele!”
“Alguma coisa maravilhosa aconteceu!”
“Vejam!” Disse outro homem também.
“Minha pele está curada!”

“Vejam!” Disse o terceiro homem.
“Eu estou bem! Os sacerdotes...
Vão ver que estou bem!”
“Vamos rápido!” Disse outro homem.
“Vamos rápido ver os sacerdotes!”

Jesus segue seu caminho!

Jesus curou os dez homens leprosos!
Nove homens para casa correram.
Mas um homem parou. Ele se virou.
E para Jesus, correndo, voltou!

Este homem se ajoelhou aos pés do Senhor!
“Jesus muito obrigado!” Ele disse.
“Muito, obrigado, Jesus!”
“O Senhor foi que me curou!”

“Dez homens, eu curei!” Disse Jesus.
“Mas apenas um voltou,
Você foi o único que disse:
Muito obrigado Senhor!”

Jesus ajudou ao homem se levantar.
E diante de Jesus ele ficou
“Vai meu filho, a tua fé te salvou!”
Assim Jesus falou.

A sua família em alegria,
ao encontro do homem sai.
E naquele dia feliz,
O home escuta seus filhos chama-lo: Pai!
































quinta-feira, 27 de novembro de 2014

* "SE AMAR FOSSE FÁCIL..."


Se amar fosse fácil...
não haveria tanta gente amando mal, nem tanta gente mal amada.

Se amar fosse fácil...
não haveria tanta fome, nem tantas guerras, nem gente sem sobrenome.

Se amar fosse fácil...
não haveria crianças nas ruas sem ter ninguém, nem haveria orfanatos, nem filhos mal concebidos.

Se amar fosse fácil...
não haveria assaltantes, nem haveria assassinos, nem preços exorbitantes,nem os que ganham demais, nem os que ganham de menos.

Se amar fosse fácil...
nem soldados haveria, pois ninguém agrediria, no máximo ajudariam no combate ao cão feroz, mas o amor é um sentimento que depende de um 'eu quero', seguido de um 'eu espero', e a vontade é rebelde, o homem, um egoísta que maximiza seu 'eu', por isso, o amor é difícil.

Jesus Cristo não brincava quando nos mandou amar, e, quando morreu amando deu a suprema lição...

Não se ama por ser fácil,
ama-se porque é preciso! 


* Moldes para Pastas e Sacolas




* "Feliz Dia Internacional da Mulheres"




* "Feliz Dia das Mulheres"




* "Nasce uma Mulher"




* " Moisés Obedece a Deus e Celebra a Páscoa"


O povo de Deus viveu muitos anos como escravo no Egito e,
 por isso, Deus enviou Moisés para salvá-lo.
Mas o rei do Egito, Faraó, não deixou que o povo fosse embora com Moisés. Então, Deus enviou dez pragas para a terra do Egito. Na última praga, todas as famílias do povo de Deus deveriam ungir as portas de suas casas com o sangue de um cordeiro sem defeito. Fazendo isso, eles estariam obedecendo à ordem de Deus e fi cariam protegidos da praga.
Na última praga, os filhos mais velhos dos egípcios morreram. Porém, os filhos mais velhos das famílias de Israel foram salvos da morte, pois a praga não entrou nas casas marcadas pelo sangue do cordeiro.
Moisés obedeceu e o povo de Israel também, e depois daquele dia Deus criou a Páscoa, e todo ano o povo de Israel se reúne para comemorar a libertação do Egito com cordeiro, pães asmos e ervas amargas.
Amiguinhos, Deus libertou o povo Dele e deseja que a humanidade seja livre da escravidão do pecado.
A morte do cordeiro na Páscoa simbolizava a morte do Senhor Jesus que é o nosso cordeiro pascal.
Jesus morreu na cruz, para que fossemos perdoados dos nossos pecados.
Jesus foi preso por soldados e levado para ser interrogado e julgado. Ele foi castigado, humilhado, machucado, mesmo sem ter feito nada. Fizeram uma coroa de espinhos para Jesus e zombaram Dele.
Depois de carregar uma cruz muito pesada, crucificaram Jesus e o colocaram ao lado de dois ladrões.
Depois de tanto sofrimento, Ele gritou bem alto:
“Está consumado”.
No domingo, algumas mulheres que seguiam a Ele, foram até o lugar onde o corpo de Jesus foi deixado, e quando chegaram lá encontraram o túmulo aberto, e o corpo de Jesus não estava mais lá.
Ele havia ressuscitado, estava vivo novamente.
Viva!

“Porque Deus amou o mundo tanto,
 que deu o Seu único Filho, 
para que todo aquele que Nele crer não morra,
 mas tenha a vida eterna”
 João 3.16 NTLH












de
http://blogdaebi.blogspot.com.br