quinta-feira, 30 de julho de 2015

* "Encontro marcado - Mulher Samaritana"


(João 4: 3 à 42)

Jesus sempre vem nos buscar 
O preconceito não é vencido pela razão porque no preconceito não há razão, e também não há amor e nem justiça.
Era preciso passar por Samaria? No mapa não era preciso. Os judeus nunca passavam por Samaria. Mas Jesus realmente precisava, e queria, pois tinha um encontro de salvação lá.
Uma mulher samaritana valia menos que uma pulga, mas ela era importantíssima pra Jesus. Posso achar que meu valor é menor que o de uma pulga, mas não pra Jesus.
Verso 6: “Estava ali a fonte de Jacó. Cansado da viagem, assentara-se Jesus junto à fonte, por volta da hora sexta.”
Na hora 6ª do calendário judaico é meio dia. No calendário divino era a hora certa.
Meio dia era o horário calculado pela samaritana para não encontrar ninguém - Provavelmente já tinha sido vítima de escárnio muitas vezes.
Ela ia só – as mulheres andavam em grupo, mas ela provavelmente não – ela não devia ser aceita em nenhum grupo dos ditos “decentes”.
Jesus sistematicamente foi amigo de quem não tem amigos, de quem é sofrido, marginalizado, mal tratado, escarnecido, humilhado.
Versos 7 à 10: “Veio uma mulher de Samaria tirar água. Disse-lhe Jesus: Dá-me de beber.
Disse-lhe então a mulher samaritana: Como, sendo tu judeu, me pedes de beber a mim, que sou mulher samaritana?
Respondeu-lhe Jesus: Se tivesses conhecido o dom de Deus e quem é o que te diz: Dá-me de beber, tu lhe terias pedido e ele te haveria dado água viva.”
Jesus pediu água - Ela recusa - Ele aproveita para lhe oferecer a água da vida.
Jesus é especialista em colar fragmentos humanos... em colar vidas quebradas, destruídas - dos cegos, coxos, mudos, surdos, adúlteros, dos corações partidos, do ladrão na cruz -- Ali Jesus fez do calvário um tanque batismal.
Jesus guia a mulher samaritana desarmando-a de seus preconceitos. Ela tinha sede de relacionamentos, devia ter uma vida promíscua - cheia de relações instáveis, inseguras, temporárias, como grande parte hoje.
Versos 16 à 18 “Disse-lhe Jesus: Vai, chama o teu marido e vem cá. Respondeu a mulher: Não tenho marido. Disse-lhe Jesus: Disseste bem: Não tenho marido; porque cinco maridos tiveste, e o que agora tens não é teu marido...”
Hoje, os atrativos do mundo são muitos, o mundo diz que beber, ter vários relacionamentos, passar noites acordados em festas, fazer o que quiser sem ter que se arrepender depois, nos farão felizes. Esses atrativos podem até trazer alguma satisfação ou alegria momentânea só que a eles não podem trazer felicidade.
Qual a prioridade número 1 para mim hoje?
1. Pra muitos é o dinheiro. Nada é obstáculo para ganhar dinheiro. Só para satisfazer suas necessidades físicas... aí nos tornamos felizes. Sim? Não? -- Não, certamente! Ficamos vazios, repletos de coisas materiais, mas vazios.
2. Pornografia? Ela trai e destrói a sua capacidade de dar e receber amor. Hoje a mentalidade de Don Juan tem vários parceiros(as) e não é feliz com ninguém. Jovens, o conselho bíblico de se manter puro é extremamente correto. Se você já vai pro casamento com várias experiências de vários homens/mulheres que, às vezes aceitam de tudo... ; possivelmente não vai se contentar em manter uma esposa/marido para a vida toda. Vai querer coisas diferentes, novidades, novos parceiros(as)....; pense nisso.
3. A prioridade daquela mulher era ser feliz e era também ser invisível a todos. Contrastantes, não é?
4. A prioridade de Jesus era encontrá-la e oferecer-lhe a salvação.
Água na Bíblia simboliza vida, nova vida. Jesus tinha a água que ela necessitava.
Verso 16: “Disse-lhe Jesus: Vai, chama teu marido e vem cá.”
Drástica mudança, até aqui Jesus veio com graça. A partir do verso 16 Ele mostra a Lei: Vá, Chame teu marido. Jesus usa aqui dois imperativos. Jesus pede o que ela não pode fazer. Quer que ela reconheça seu pecado, sua dependência, para que ela recomece com uma nova vida, uma nova conduta. Ela teve 5 maridos, 5 ex maridos, 5 princípios que viraram 5 fins, 5 príncipes que viraram 5 sapos.
A mulher samaritana não vai embora. Mesmo com a vergonha de saber que Jesus era o Messias e sabia de sua vida podre, ela fica e confessa seu pecado - “Não tenho marido”. Ela tinha o passado torto. Ela Não queria mais essa vida. Reconhece sua dependência dEle, do único que poderia lhe dar água viva.
O caminho da santificação não é dizer eu sou forte. Ao contrário, é reconhecer que sou fraco, muito fraco, pequeno e culpado. Só então Cristo pode me ajudar.
Verso 39 à 42: “E muitos samaritanos daquela cidade creram nele, por causa da palavra da mulher, que testificava: Ele me disse tudo quanto tenho feito.
Indo, pois, ter com ele os samaritanos, rogaram-lhe que ficasse com eles; e ficou ali dois dias.
E muitos mais creram por causa da palavra dele e diziam à mulher: Já não é pela tua palavra que nós cremos; pois agora nós mesmos temos ouvido e sabemos que este é verdadeiramente o Salvador do mundo.”
Ela veio para o poço como que anestesiada, ferida, rejeitada, conhece a Cristo e fica próxima dEle. Deus me quer e a você próximos d'Ele. Não se afaste de Cristo por nada... aí seremos uma luz, como a mulher samaritana se tornou -- indo pregar ao povo de sua cidade e Muitos creram.

de
http://www.jesusnosama.com.br/

* "Namoro Cristão"

Resultado de imagem para namoro cristão

"Os 10 Mandamentos do Namoro"

          Quais são os 10 mandamentos do namoro?
          Namoro é uma fase muito bonita. É definida como o ato de galantear, cortejar, procurar inspirar amor em alguém. O namoro cristão, tenha a idade que tiver, deve ser uma convivência afetiva preliminar que amadurece e prepara o casal para o compromisso mais profundo. O contrário disso, longe dos princípios de Deus, pode resultar em uma experiência nociva e traumática. Observe alguns princípios que ajudam a manter o seu namoro dentro do ponto de vista de Deus.

          1- Não namore por lazer:
              Namoro não é passatempo e o cristão consciente deve encarar o namoro como uma etapa importante e básica para o relacionamento duradouro e feliz. Casamentos sólidos decorrem de namoros bem ajustados.

          2- Não se prenda a um jugo desigual ( II Coríntios 6: 14 ao 18 )
              Iniciar um namoro com alguém que não tem temor a Deus e não é uma nova criatura pode resultar em um casamento equivocado. E atenção: mesmo pessoas que frequentam igrejas evangélicas podem não ser verdadeiros convertidos e não levarem o relacionamento com Deus a sério.

          3- Imponha limites no relacionamento:
              O namoro moderno, segundo o ponto de vista dos incrédulos, está deformado e nele intimidade sexual e práticas que levam a uma intimidade cada vez maior são normais, mas o namoro do cristão não deve ser assim, o que nos leva ao próximo mandamento.

          4- Diga não ao sexo:
              Deus criou o sexo para ser praticado entre duas pessoas que se amam e tem estre si um compromisso permanente. É uma benção para ser desfrutada plenamente dentro do casamento; fora dele é impureza.

          5- Promova o diálogo e a comunicação:
              Conversar é essencial, estabeleça uma comunicação constante, franca e direta e não evite conversar sobre qualquer assunto.

          6- Cultive o Romantismo:
              A convivência a dois deve ser marcada por gentileza, cordialidade e romantismo. Isso não é cafona, nem é coisa do passado e traz brilho ao relacionamento.

          7- Mantenha a dignidade e o Respeito:
              O namoro equilibrado tem um tratamento recíproco de dignidade, respeito e valorização. O respeito é imprescindível para um compromisso respeitoso e duradouro. Desrespeito é falta de amor.

          8- Pratique a Fidelidade: 
               Infidelidade no namoro leva à infidelidade no casamento. Fidelidade é elemento imprescindível em qualquer tipo de relacionamento coerente à vontade de Deus, que abomina a leviandade.

         9- Assuma publicamente seu Relacionamento:
             Uma pessoa madura e coerente com a vontade de Deus não precisa e nem deve lutar contra seus sentimentos ou escondê-los.

         10- Forme um Triângulo Amoroso: 
               Namoro realmente cristão só é bom a três: o casal e Deus. Ele deve ser o centro e o objetivo do namoro.

          Deixe Deus orientar e consolidar seu namoro. Viva integralmente as bençãos que Deus tem para você através do namoro. E seja feliz.  
             

* "A Sublime Mensagem do Natal"

1 "Mas a terra que foi angustiada não será entenebrecida. 
Ele envileceu,
 nos primeiros tempos, 
a terra de Zebulom e a terra de Naftali;
 mas,
 nos últimos, 
enobreceu junto ao caminho do mar,
 além do Jordão, 
a Galileia dos gentios. 
O povo que andava em trevas viu uma grande luz, 
e sobre os que habitavam na região da sombra de morte 
resplandeceu a luz. 
Tu multiplicaste este povo e a alegria lhe aumentaste; 
todos se alegrarão perante ti, 
como se alegram na ceifa
 e como exultam quando se repartem os despojos. 
Porque tu quebraste o jugo que pesava sobre ele, 
a vara que lhe feria os ombros e o cetro do seu opressor,
 como no dia dos midianitas.
 Porque toda a armadura
 daqueles que pelejavam com ruído 
e as vestes que rolavam no sangue serão queimadas, 
servirão de pasto ao fogo.
 Porque um menino nos nasceu,
 um filho se nos deu;
 e o principado está sobre os seus ombros; 
e o seu nome será Maravilhoso Conselheiro, 
Deus Forte,
 Pai da Eternidade, 
Príncipe da Paz. 
Do incremento deste principado e da paz,
 não haverá fim,
 sobre o trono de Davi e no seu reino, 
para o firmar e o fortificar em juízo e em justiça,
 desde agora e para sempre; 
o zelo do Senhor dos Exércitos fará isto."
Isaías 9: 1 ao 7


           O Natal está chegando. As ruas começam a ser decoradas. As famílias programam grandes encontros. As igrejas preparam programas especiais. É a celebração do nascimento do Filho de Deus! Mas quem é o Jesus do Natal? Quais são as glórias do seu caráter? Quais são as características de suas poderosas obras?

        Quem é Jesus?
       verso 6

     1- Ele é o Maravilhoso Conselheiro
         Jesus é o Maravilhoso Conselheiro porque Ele conhece todas as coisas. Ele pode todas as coisas. Seu amor é inexcedível, sua bondade é infinita e sua misericórdia dura para sempre. Ele não apenas aponta a verdade, Ele é a verdade. Ele não somente orienta, Ele é o caminho. Ele não somente traz o consolo, Ele é a paz. Ele não somente anima os desanimados, Ele é a esperança. Ele não somente guia os cansados pelos caminhos da vida, Ele é a vida.

            2- Ele é o Deus Forte
                Jesus não é uma divindade tribal.
                Ele não é um deus morto que precisa ser carregado nos ombros de seus adoradores. Ele é o Deus Criador, sustentador, interventor, salvador e juiz. Ele venceu o mundo, o pecado, o diabo e a morte. Ele voltará em glória para buscar o seu povo e julgar as nações.

          3- Ele é o Pai da Eternidade
              Jesus é o Alfa e o Ômega. Ele não foi criado, Ele é o Criador. Seu trono é revestido de glória e majestade. Ele está entronizado acima dos querubins. Ele é co-igual, co-eterno e consubstancial com o Pai. Ele sempre existiu com o Pai, antes que houvesse mundo. Ele e o Pai são um.

          4- Ele é o Príncipe da Paz
              Não paz não é ausência de problemas. Nossa paz é uma pessoa. Nossa paz é Jesus. Onde ele governa a paz é estabelecida.


           O que Jesus faz     

          1- Triunfo da Glória sobre a Aflição
               verso 1 - A Galileia era a terra de gente escrava, atrasada, pobre, espoliada, inculta, marginalizada, esquecida. Mas Jesus viveu na Galileia, ensinou as multidões, curou os enfermos, libertou os escravos e restaurou a dignidade das pessoas. Onde Jesus chega, ele restaura o desvalido, ele ergue o caído, ele exalta o abatido. Maria cantou o MAGNICAT "O Senhor dispersou os que no coração alimentam pensamentos soberbos. Derrubou dos seus tronos os poderosos e exaltou os humildes." Onde Jesus está o aflito encontra consolo, o perdido acha o caminho da vida, o escorraçado levanta-se com dignidade e a Galileia que jazia em trevas encontra a luz mais fulgurante.

          2- Triunfo da Luz sobre as Trevas
               verso 2 - Trevas falam de ignorância, cegueira, engano, mentira, perdição e miséria. Onde Jesus está ausente, aí prevalece o pecado, o vício, a escravidão e a cegueira espiritual. Porém, quando Jesus chega em uma vida raia a luz. No nascimento de Jesus houve luz em plena noite. Ele é o Sol da Justiça. Jesus é a verdadeira luz que veio ao mundo. Quem o cegue não andará em trevas. Luz é conhecimento. Jesus veio para revelar o Pai. Ele é Deus feito carne. Ele é a exegese de Deus. Luz é pureza. Jesus é puro e o purificar. Luz é vida. Quando Jesus entra no coração de uma pessoa ele quebra o jugo da escravidão e estabelece a verdadeira liberdade.

          3- Triunfo da Alegria sobre a Natureza
               verso 3 - Onde Jesus chega nasce a verdadeira alegria. O Natal foi anunciado como boa nova de grande alegria para todo o povo. Hoje, as pessoas vivem entrincheiradas pela tristeza. Elas tem diversão, mas não alegria. Elas promovem festas e banquetes, mas não experimentam alegria. Elas tem dinheiro, sucesso, fama, mas nada disso preenche o vazio do coração. Só Jesus oferece a alegria que satisfaz. Só na presença de Deus há alegria verdadeira. A alegria que Jesus dá é ultracircunstancial. Ela brota no meio das lágrimas, cresce no deserto da vida, frutifica na dor e se mantém firme mesmo diante da morte.

          4- Triunfo da Libertação sobre a Opressão
              verso 4- O Jesus do Natal foi "ungido com o Espírito Santo para curar todos os oprimidos do diabo". Ele veio pregando boas novas aos quebrantados, curando aos quebrantados de coração e libertando os cativos. Onde há luto e cinzas, ele traz o fulgor da sua glória. Onde há pranto e dor, ele derrama o óleo da sua alegria. Onde há espírito angustiado, ele inspira canções de louvor. Só Jesus pode libertar o homem da tirania do pecado. Só Jesus pode arrancar o homem do império das trevas e da potestade de Satanás. Só Jesus tem poder para despedaçar todo jugo que nos oprime e declarar nossa alforria.

          5- Triunfo da Paz sobre a Guerra
              verso 5 - Onde o Jesus do Natal reina acabam as facções, as guerras, os conflitos, os preconceitos. Vivemos num mundo fragmentado e esmagado pelo ódio. Nações de levantam contra nações. Há conflitos raciais desumanos. Há contendas dentro da família. Há guerra dentro do coração do homem e da mulher. O ser humano é uma guerra civil ambulante. A maior necessidade das pessoas não é mais dinheiro, mais conforto ou mais diversão. A nossa maior necessidade é de Jesus. Onde Ele reina não há espaço para o ódio, para a mágoa nem para a vingança. Onde Jesus chega reina o amor, o perdão e a reconciliação, pois Ele é o Príncipe da Paz!

          6- Triunfo do Reino de Deus sobre  os Reinos do Mundo
              verso 7 - Onde Jesus esta, aí está presente o Reino de Deus. Onde ele chega, aí chega o domínio de Deus. Onde está o Rei, aí está o Reino. Esse Reino não é geográfico, político ou ideológico. Ele não é conquistado pela força nem pelas armas. O Reino de Deus é o Reino de Justiça, paz e alegria do Espírito Santo. Este Reino é o governo de Jesus nos corações. É o senhorio de Jesus sobre a vida daqueles que confessam o seu nome. Este Reino está entre nós e dentro de nós. Porém, ele será plenificado na Segunda vinda de Jesus. Este Reino avança vitorioso. Ele é indestrutível, inabalável, eterno. Reis caem, nações deixam de existir, mas o Reino de Cristo permanece para sempre.  Este Reino governará de mar a mar e a terra se encherá do conhecimento do Senhor como as águas cobrem o mar. Todo joelho vai se dobrar diante de Jesus e toda a língua vai confessar que Jesus é o Senhor para a glória de Deus Pai.
              Esta é a Sublime Mensagem do Natal!

              Rev. Hernades Dias Lopes

"A alegria que Jesus dá brota no meio das lágrimas,
cresce no deserto da vida,
frutifica na dor
e se mantém firme mesmo diante da morte."

de Lar Cristão


* "Abraão manda buscar uma esposa para seu filho Isaque"


Abraão quis achar uma esposa para seu filho Isaque, mas não das tribos cananéias onde eles moravam. Porque aquelas mulheres cultuavam a ídolos, e Abraão como era amigo de Deus, não poderia aceitar estas práticas em sua família, por isso seu cuidado em escolher uma esposa para seu filho.

Abraão decidiu enviar um servo para terra onde moravam seus parentes, para escolher uma mulher para Isaque. Abraão pediu a Eliézer, que era o seu servo mais digno de confiança e responsável por toda a sua casa, para voltar a Harã e procurar uma mulher da sua parentela para ser a esposa de Isaque.

Eliézer levou dez camelos, alguns servos e muitos presentes para a distante cidade na Mesopotâmia, onde morava Naor, o irmão de Abraão, e sua família.

Viajaram durante muitos dias, finalmente chegando perto da cidade. Lá pararam junto a um poço de água para descansar.

O servo de Abraão orou a Deus, pedindo queu Ele lhe mostrasse a moça certa para seu mestre Isaque, indicando-lhe a escolhida, que lhe daria uma determinada resposta, quando ele lhe pedisse água. E esta resposta seria:

- Beba e darei água também aos seus camelos.

Antes mesmo que ele tivesse terminado a súplica a Deus, uma moça muito bonita chegou ao poço. Quando ela acabou de encher seu cântaro, Eliézer pediu-lhe um pouco de água para beber. Embora fosse ele um estrangeiro, a garota bondosamente lhe deu um pouco de água, tirando também para os camelos.

Quando os camelos acabaram de beber, o servo tomou um pendente de ouro e duas pulseiras, dando estes valorosos presentes à moça. E lhe perguntou:

- Diga-me, de quem você é filha?

A moça chamada Rebeca, respondeu:

- Sou filha de Betuel e neta de Naor (o irmão de Abraão).

Ouvindo esta resposta, o servo baixou a cabeça e adorou a Deus, sabendo que sua oração tinha sido respondida. E perguntou ainda:

- Haverá na casa de seu pai lugar para todos nós?

Então Rebeca correu para casa, contando tudo o que tinha se passado no poço e mostrando à família os belos presentes que tinha recebido.

Quando seu irmão, Labão ouviu tudo isso e viu os caros presentes, ele correu no poço para falar com os estrangeiros e convida-los para sua casa. Alimentou os camelos, providenciou água para lavar os pés dos visitantes e deu-lhes comida.

Mas Eliézer disse:

- Antes que eu coma, devo explicar-lhes por que estou aqui.

Ele disse que era servo de Abraão e contou-lhes, que Deus tinha abençoado muito ao seu senhor tornado-o muito rico. Contou-lhes sobre sua oração e de como Deus havia respondido, concluindo:

- Meu mestre me enviou para cá, para achar entre vocês – os parentes deles – uma esposa para Isaque.

O pai e o irmão de Rebeca aceitaram a proposta do servo, vendo que Deus tinha planejado tudo, para que Rebeca fosse a mulher de seu parente desconhecido, Isaque. Rebeca concordou e expressou a vontade de ir com o servo de Abraão.

Depois de vários dias de viagem, eles se aproximaram do lar de Abraão e Isaque. Ao cair da tarde, Isaque estava no campo meditando. Quando viu a caravana chegando, ele correu para encontrá-la.

Rebeca o viu chegando, desceu do camelo e perguntou a Eliézer:

- Quem é aquele homem?

O servo respondeu:

- É o meu senhor.

Então, como era costume daquela época, ela cobriu seu rosto com o véu e esperou a chegada de Isaque.

O servo contou a Isaque todas as coisas que havia feito e Isaque levou Rebeca até a tenda que era de sua Mãe e casou-se com ela.


(Gênesis 24)

de
http://www.jesusnosama.com.br

* "Gênesis 24: 12 a 14

"E disse:
Ó Senhor,
Deus de meu senhor Abraão,
dá me hoje bom encontro,
e faze beneficência ao meu Senhor Abraão!
Eis que estou em pé junto à fonte de água 
e as filhas dos homens desta cidade
saem para tirar água;
Seja,
pois,
que a donzela a quem eu disser:
Abaixa agora o seu cântaro para que eu beba;
e ela disser:
Bebe,
e também darei de beber a teus camelos;
esta seja a quem designaste ao teu servo Isaque,
e que eu conheça nisso
que usaste de benevolência com meu Senhor."
Gênesis 24: 12 a 14

Resultado de imagem para a oração de Eliezer

          Esta foi a oração do servo de Abraão. Eliezer, quando já se encontrava nos arredores da cidade de Naor. Esta era uma oração de quem estava necessitando da ajuda de Deus. Era uma oração onde ele não pedia que o Senhor mostrasse a ele uma mulher perfeita, bonita, mas uma mulher que fosse piedosa e que Ele (Deus) estivesse preparando para Isaque, filho de seu senhor Abraão.
          Esta é a oração que deveríamos fazer em favor de nossos filhos. Que o Senhor coloque na vida deles pessoas crentes, piedosas, bondosas, compassivas, fiéis e de beleza interior sem igual. Que os atributos de uma mulher ou de um homem de Deus, encontrados em I Pedro 3: 3 e 4, façam parte da vida daqueles que almejamos para nossos filhos...

"O enfeite delas não seja o exterior,
no frisado dos cabelos,no uso de jóias de ouro,
na compostura dos vestidos.
Mas o homem encoberto no coração;
no incorruptível traje de um espírito manso e quieto,
que é precioso diante de Deus."
 I Pedro 3: 3 e 4

           Ah, irmã, é este tipo de mulher que queremos para nossos filhos! O Senhor ouviu a oração de Eliezer e encaminhou Rebeca para junto dele. Ele viu que o Senhor respondeu a sua oração quando:

          1- Ele viu Rebeca
            "...com seu cântaro sobre o seu ombro."
                                   Gênesis 24: 15
              vindo em direção ao poço para apanhar água. Certamente; ele percebeu que ela era uma jovem trabalhadora e que não media esforços para abastecer a sua casa de água que todos precisavam.
              Você é o tipo de mulher que arregaça as mangas e pega no pesado? Ou você acha que esse tipo de trabalho não é para você? Sabe de uma coisa, irmã, Deus elogia a mulher que:
"cinge os seus lombos de força
e fortalece os seus braços."
Provérbios 31: 17
              E Ele ainda diz:    
"a força e a honra 
são do seu vestido..."
Provérbios 31: 25
             Rebeca era trabalhadora e, portanto admirada por Deus.
             Eliezer percebeu esta qualidade nela quando:

          2- Ele pediu água para Rebeca
"e ela disse: 
Bebe,
meu senhor."
Gênesis 24: 18
              E vendo ela os dez camelos que estavam, ainda disse:
"Tirarei também água para os teus camelos
 até que acabem de beber."          
Gênesis 24: 19
              Certamente naquele momento, o servo de Abraão percebeu uma outra qualidade desta bela mulher de Deus... ela gostava de servir, era bondosa e tinha um coração cheio de amor pelo próximo.
              Que atributos perfeitos para uma mulher que deseja ser admirada pelo Senhor! Se eu quero ser admirada pelo Senhor, tenho que começar "agora" a seguir os mesmos passos de Rebeca, tenho que ser uma mulher sensível às necessidades do meu próximo e procurar fazer tudo além do que é preciso.

          3- Ele, então perguntou a ela:
      "De quem és filha?"
             Gênesis 24: 23
              e ela respondeu:
"Eu sou a filha de Betuel, 
filho de Milca,
 o qual ela deu a Naor."
Gênesis 24: 24

              Sara, mãe de Isaque, era tia-avó de Rebeca.
              Tudo estava acontecendo dentro do plano perfeito de Deus para as vidas de Rebeca e Isaque. Amada irmã, quando estamos caminhando com Deus lado a lado, quando estamos tendo comunhão diária com Ele, lendo a Sua Palavra, orando e, principalmente, seguindo os ensinamentos da Bíblia, então o Seu plano para a nossa vida se realiza e sentimos que Ele está no controle de tudo, nos abençoando.

          4- Ele disse:
"...Há também em casa de teu pai
lugar para nós pousarmos?"
Gênesis 24: 23
              e ela amorosamente e com um espírito hospitaleiro disse:
"Temos palha e muito pasto,
e lugar para passar a noite."
Gênesis 24: 25
              Ele, certamente, percebeu este outro atributo que ela possuía. E a Bíblia nos diz que depois de tudo isto, ele:
"Inclinou-se...
e adorou ao Senhor."
Gênesis 24: 26

          "Um lar cristão é o mais belo retrato terreno do céu
e um refúgio para a nossa sociedade cansada e estressada."
Elizabeth George
          Quantas mulheres hospitaleiras o Senhor nos apresenta na Sua Palavra! Dentre tantas que abriram suas portas para acolher homens de Deus destacamos:

          1- Rebeca - amorosa e trabalhadora, hospedou em sua casa Eliezer, servo de Abraão.

          2- Sunamita - generosa e piedosa, hospedou em sua casa Eliseu, um profeta de Deus.

          3- A viúva de Sarepta - cheia de fé e muito hospitaleira, hospedou em sua casa Elias, um profeta de Deus.

          4- Marta - trabalhadora, ativa e determinada, hospedou em sua casa Jesus e seus discípulos.

          5- Maria - cheia de fé e piedosa, hospedou em sua casa Jesus e seus discípulos.

          6- Lídia - batalhadora, evangelista, hospedou em sua casa o apóstolo Paulo.

          Que nós, como mulheres de Deus, possamos seguir os passos da hospitalidade que estas mulheres seguiram. Sejamos hospitaleiras!
          Quantos homens ou mulheres de Deus você já hospedou em sua casa? Irmã, não espere que apareça um dinheirinho extra para você comprar toalhas novas, lençóis novos, mudar o conjunto da sala de visita... para você convidar alguém para a sua casa. Lembra da viúva que só tinha um pouco de azeite e um pouco de farinha para fazer um último bolo para ela e seu filho? E, mesmo assim, ela não se incomodou de ter em sua casa o profeta de Deus dando a ele aquela última porção de comida.
          Assim como Deus a abençoou, fazendo com que o azeite e a farinha se multiplicassem, ele também a abençoará quando você tiver esse mesmo espírito de hospitalidade. Pela fé Rebeca viajou 800 Km com o servo de Abraão para se encontrar com Isaque, aquele que ela nunca vira, mas que iria se tornar o seu esposo. Ela não o conhecia, mas sabia que o Senhor o preparara para ela. Podemos imaginar o momento do encontro. Aqueles doces momentos do primeiro encontro com aquela pessoa especial que iria ser seu marido.
          Era um presente que o Senhor estava dando a ela. Ela estava feliz! A Bíblia nos diz que:
"...Isaque trouxe-a para a tenda se sua mãe Sara,
e tomou a Rebeca,
e foi-lhe por mulher..."
Gênesis 24: 67
          Assim como Rebeca que deixou sua família para unir-se a Isaque, nós também devemos deixar nossa família e acompanhar nosso marido para onde quer que ele vá. Lembremos que, depois de Deus, a pessoa mais importante da nossa vida é o nosso marido. Devemos continuar amando nossos pais, cuidando deles, mas nunca colocá-los como prioridade na frente do nosso esposo.
          Apesar de Rebeca ser feliz no casamento e ser uma verdadeira mulher de Deus, ela teve que enfrentar momentos difíceis em sua vida, mas venceu a todos por causa da sua fé. Vários foram os momentos, mas destaquemos alguns:
         
          1- Ter que se separar das pessoas que amava quando partiu para Canaã, foi muito difícil para ela, Ela partiu para esta terra distante sabendo que nunca mais veria nem seus pais, nem seus irmãos,mas, pela fé, ela conseguiu superar estes momentos.

          2- Rebeca sabia que o que existia de pior em um casamento era o período de adaptação. Também pela fé, ela conseguiu se adaptar à vida de casada e era muito feliz.
   
          3- Ela teve que passar vinte longos anos sem ter filhos. Ela era estéril e isto a deixava preocupada e angustiada. Mas ela decidiu levar as suas preocupações até o altar do Senhor e Ele ouviu a sua oração e, pela fé, ela ganhou do Senhor dois filhos gêmeos, Esaú e Jacó.

          Apesar de tantos momentos de tribulação, Rebeca sabia que o Senhor a amava e queria que ela fizesse parte do Seu povo e de Suas promessas. Ela confiou no Senhor e sabia que Ela estava com ela nos bons e nos maus momentos de sua vida. Rebeca foi uma mulher trabalhadora, generosa e usada por Deus para realizar Seus propósitos.
     

* "Feliz Natal!!! em vários lugares do Mundo"


* " Água da Fonte - A mulher Samaritana"


"Senhor,
 dá-me dessa água para que eu não mais tenha sede."
 João 4:15

Estávamos em viagem pelo interior da Palestina. A estrada acidentada e com muitas curvas nos levou até a “herdade que Jacó tinha dado ao seu filho José” (João 4:5), nas imediações de Sícar. Entramos naquela propriedade milenar para, em meio a algumas árvores e flores, encontrar o que há de mais precioso em toda aquela região: o bíblico e histórico “poço de Jacó”.
Fomos saudados por um amável sacerdote ortodoxo que nos recebeu e conduziu às bordas daquele poço. Como estava com bastante sede, com permissão do sacerdote, desci o balde por uma corda, trazendo-o de volta cheio do precioso líquido. Saciei a sede com aquela refrescante água do poço de Jacó.
Ali, há quase dois mil anos, teríamos encontrado o Senhor Jesus conversando amigavelmente com a mulher samaritana, rompendo com esse gesto a barreira que separava samaritanos e judeus, por preconceitos religiosos. Assentado às bordas daquele poço, o Mestre ofereceu água da vida à samaritana, ao vizinho povo de Sicar e a toda a humanidade, em todos os tempos. Disse Jesus: “Aquele,

 porém,
 que beber da água que Eu lhe der 
nunca mais terá sede; 
pelo contrário,
 a água que Eu lhe der 
será nele uma fonte a jorrar 
para a vida eterna” 
João 4:14
 E, mesmo não entendendo muito bem o verdadeiro sentido daquelas palavras e oferecimento, o desejo íntimo daquela mulher foi revelado através do seu pedido: “Senhor, dá-me dessa água.”
Jesus estava Se referindo a todos quantos desejam a purificação de sua vida de pecado – a eles, a mim e a você. Essa graça abundante, qual pura e refrescante água, está à disposição de cada ser humano. O Espírito Santo motiva o homem a desejar o bem e impele a humanidade a buscar a água da Fonte, na pessoa de Jesus. Ela representa muito bem a graça de Cristo, que destrói as barreiras para alcançar os que têm sede. Essa água espiritual é livre como a água da fonte, é real como a água que se vê, que se bebe e que satisfaz.
Água da Fonte é alguma coisa que Deus põe à nossa disposição; é um dom que leva alegria, amor, paz, felicidade, bênção, esperança e salvação a todas as pessoas que se dispuserem a aceitá-la. A água da Fonte é uma bênção que se reparte com outros; e os que a recebem voltam-se para Deus agradecidos, porque foram saciados. E sabem por quê?... Cristo é a Fonte que permanece! Dele jorram águas inesgotáveis. É água da Fonte!

REFLEXÃO:
 “Aquele que tem sede venha,
 e quem quiser receba de graça a água da vida”
Apocalipse 22:17

de
http://www.jesusnosama.com.br





* "Ba-Be-Bíblia"

Com Pamela


Com Tia Help



* "A Namoradeira Sincera" - Mulher Samaritana

Resultado de imagem para A Namoradeira Sincera                              Mulher Samaritana

"Replicou-lhe Jesus: 
Se conheceras o dom de Deus 
e quem é o que te pede:
Dá-Me de beber,
 tu Lhe pedirias, 
e Ele te daria água viva."
 S. João 4:10.

É meio-dia, provavelmente no fim de dezembro do ano 28 d.C. ou início de janeiro de 29 d.C. Jesus, que estivera viajando a pé com os discípulos, escolhe um velho poço junto ao qual sentar-Se. Enquanto Ele descansa, os discípulos vão a uma aldeia próxima de Sícar para comprar alimento. Jesus olha para o vale na direção da aldeia, e vê que se aproxima uma mulher com um cântaro de água sobre o ombro.
As mulheres no Oriente Médio geralmente não buscam água nas horas mais quentes do dia. Talvez ela esteja vindo ao meio-dia porque se preocupa menos com os raios quentes do sol do que com os olhares fulminantes de suas irmãs mais respeitáveis.
Quando ela chega ao poço, Jesus lhe pede um pouco de água. A resposta dela é um tanto atrevida, talvez até galanteadora:
 "Como, 
sendo Tu judeu,
pedes de beber a mim 
que sou mulher samaritana?" 
S. João 4:9. 
Se ela está querendo "paquerar", Jesus em vez disso, leva o assunto para um plano espiritual.
"Se conheceras o dom de Deus..." 

Jesus usa essa expressão com um sentido enigmático, para despertar a curiosidade da mulher. O que Ele quer dizer é:
 "Se você soubesse quem sou..." 
Afinal de contas, Ele é o Dom de Deus ao mundo (ver S. João 3:16). Sua manobra funciona! O interesse da mulher é despertado. Então, pouco a pouco, Jesus revela cuidadosamente os segredos daquela vida de vergonha.
A mulher tenta fugir das embaraçadoras revelações, mudando o rumo da conversa para uma discussão teológica, mas Jesus ergue o tema para um nível mais elevado. Novamente em sintonia, a mulher reconhece:
 "Eu sei... que há de vir o Messias...; 
quando Ele vier nos anunciará todas as coisas."
 Verso 25.
 Essa é a oportunidade áurea de Jesus. Indo direto ao ponto, Ele diz:
 "Eu o sou, 
Eu que falo contigo." 
Verso 26.

E a mulher crê! A namoradeira sincera se converte.
Que lição de conquista de almas! Não vá para o atalho das discussões teológicas; leve o tema para um plano espiritual.

de http://www.jesusnosama.com.br