quinta-feira, 26 de novembro de 2015

* "De Volta a Canaã"

  
OBJETIVO: 
Saber que precisamos abandonar os ídolos para que Deus possa nos abençoar.

VERSO DA LIÇÃO:  
“Jacó chegou bem a Siquém, 
na terra de Moriá.” 
Gênesis 33:18.

 VERSO OPCIONAL: 
Tirai os deuses estranhos,
 que há no meio de vós.”
 Gênesis 35:2.

RECURSOS NECESSÁRIOS: 
Conquistando a Atenção:  cesto de lixo; 
Lição: um dos visuais sugeridos em Como Preparar os Recursos Necessários; 
Revisando:visuais usados na lição
Aplicando: lixeira, objetos úteis e estragados, sacola ou caixa contendo os objetos sugeridos em Aplicando;  
Memorizando: faixa de papel com o verso para memorizar em letras grandes, figuras de coisas que são ídolos mundanos;
Contando aos Outros: folhas de revistas velhas que contenham figuras de ídolos mundanos, tesoura, cola, cópias da atividade abaixo para cada criança.


COMO PREPARAR OS RECURSOS NECESSÁRIOS

Lição: 
Abaixo há várias sugestões de cenários e personagens. Escolha a que achar melhor.
Se usar bonecos (ver sugestões às páginas 8 a 10) deve-se usar também uma pequena maquete. De um lado colocar uma árvore e uma pequena cidade com uma plaquinha “Siquém”  e do outro lado uma tenda (para uma tenda colorida de papel veja figuras abaixo) . Entre as duas, colocar um altar feito com pedrinhas de verdade (pode-se juntar as pedras com cola quente ou massa de modelar) e um pequeno poço. Fazer um caminho com tira de papel da tenda até o altar e outro do altar até a outra tenda. Fazer uma “coluna” de massinha de modelar para ser o monumento a Raquel.

Opção de tenda de papel, colorida:




Se quiser usar o flanelógrafo: confeccionar os personagens em feltro, EVA ou papel (colando areia, lixa ou feltro na parte de trás das figuras). Fazer também uma tenda, uma árvore, um altar, uma cidade e três caminhos (veja exemplo na figura abaixo). Montar como descrito na maquete acima.


Se quiser usar cartazes com as figuras: baixar as figuras abaixo. Imprimi-las e colá-las nos lados de uma caixa de papelão encapada.




Se quiser usar as crianças: colocar faixas na cabeça delas, montar uma pequena cidade (colocar o nome de “Siquém”) em um canto da sala, com uma planta em um vaso (para ser a árvore) e uma pequena tenda do outro lado (colocar uma plaquinha com o nome “Hebrom”). Entre as duas, colocar um altar feito com jornal amassado, coberto com papel pedra.
Em todas as opções, ter também alguns objetos que se pareçam com ídolos e um lugar onde escondê-los (caixa, sacola, toalha, etc.).

CONQUISTANDO A ATENÇÃO
[Mostrar o cesto de lixo para as crianças. Dizer:]Vocês sabem me dizer como podemos nos livrar do lixo? [Dar tempo para as respostas e depois dizer:] Existem muitas formas de se livrar do lixo: queimar é uma delas. Outra é enterrar.  Na história de hoje, vamos ver algo que precisou ser enterrado, como o lixo. Prestem atenção.

APRESENTANDO A LIÇÃO: 
[Contar a história como está na lição. Movimentar os personagens até Siquém. Dizer:]  Depois do encontro com Esaú, Jacó se separou dele e chegou em segurança à cidade de Siquém. Naquele mesmo lugar, cem anos antes, seu avô Abraão fez seu primeiro acampamento e um altar a Deus. Jacó faz a mesma coisa agora.  [Perto de “Siquém”, colocar a tenda de Jacó, um altar e um poço.] Além disso, ele cavou um poço onde, muitos anos depois, Jesus encontrou a mulher samaritana. De Siquém, Deus mandou que Jacó fosse a Betel, o lugar onde ele tinha tido o sonho da escada que ia até o Céu, lembram-se? Para Jacó, aquele era um lugar muito especial. Ele relembrou o pacto que havia feito com Deus e como Deus cumprira sua parte.
Mas, infelizmente, algumas pessoas em seu acampamento possuíam ídolos. E Jacó sabia que precisava tirar do meio deles tudo aquilo. Ele reuniu todo mundo e contou-lhes sobre o seu sonho e como Deus apareceu para ele. Ele contou tudo com tanta emoção, que todos os que tinham ídolos viram que eles não valiam nada e que estavam desagradando a Deus. [Mostrar os “ídolos”.]  Por isso, eles trouxeram seus ídolos e Jacó, para mostrar que não queria nada com aquelas coisas, enterrou-os perto de uma árvore. Jacó também pediu que todos tomassem banho e vestissem roupas limpas para irem adorar ao Deus verdadeiro em Betel. Todos se prepararam e, quando chegaram lá, [levar os personagens até Betel]  Jacó construiu um altar ao Senhor [colocar o altar em Betel] e eles, com muita reverência e consagração, adoraram a Deus ali. [Se estiver usando as crianças para contar a história, elas devem ajoelhar-se próximo ao altar. Se estiver usando bonecos, incliná-los ligeiramente.]
Deus ficou tão satisfeito com Jacó e sua família, por terem abandonado os ídolos e se consagrado, que apareceu de novo a Ele e confirmou tudo que já havia prometido antes. Ele também relembrou o novo nome de Jacó: Israel, vencedor. Imaginem como Jacó sentiu. Já era a segunda vez que o próprio Deus aparecia a ele e lhe fazia uma promessa especial e, além disso, trocou seu nome (que queria dizer “enganador”) por um nome muito bonito, que queria dizer “vencedor”.
Para não se esquecer de tudo que Deus havia feito por ele, Jacó ergueu uma coluna de pedra naquele lugar. [Colocar a “coluna” em Betel.] Assim, toda vez que ele ou alguém de sua família passasse por ali, se lembraria de tudo de bom que Deus fizera por ele.
De Betel,  Jacó decidiu ir até Hebrom onde seu pai, Isaque morava. Mas, duas coisas tristes aconteceram na vida dele, antes que chegasse lá: a primeira, foi que uma idosa senhora chamada Débora, que cuidara da mãe de Jacó, morreu em Betel e Jacó a sepultou ali. Depois, no caminho para Hebrom, antes de chegar em Belém, Raquel, a esposa que ele tanto amava, morreu. e foi sepultada ali. Ele ficou muito, muito triste mesmo. Ele sepultou Raquel ali e para que mostrar o quanto a amava, construiu uma coluna naquele lugar, para lembrar que ali estava sepultado o amor de sua vida. Depois, com o coração partido, ele continuou a viagem [levar  as personagens até “Hebrom”]até chegar a Hebrom, onde morava seu pai, Isaque, já estava bem velhinho. Finalmente, eles se encontraram outra vez. Isaque ficou muito feliz ao ver o filho depois de tantos anos e Jacó ficou ali, cuidando dele, com muito carinho e amor, para demonstrar que estava arrependido de ter enganado seu pai.

APLICANDO: 
[Colocar sobre a mesa alguns objetos úteis - livro, lápis, copo, etc. -  e outros que são lixo: copos descartáveis amassados, aparas de lápis, guardanapo de papel usado, etc. Dizer:]Tenho algumas coisas sobre a mesa. [Apontar para o objetos úteis e dizer:] O que vocês acham que devo fazer com estas, guardar ou jogar no lixo?[Dar tempo para as respostas. Depois, apontar para  os itens estragados e dizer:] E estas aqui, o que vocês acham que devo fazer com elas, guardar ou jogar no lixo? [Dar tempo para as respostas e dizer:] Lixo deve ser jogado no lixo. E há alguns tipos de lixo que a gente enterra.  Jacó enterrou os ídolos para mostrar que eles são tão inúteis que merecem ser enterrados, como o lixo. Ele também sabia que não adiantava só guardar os ídolos. Precisava enterrar tudo, para nunca mais serem usados.
Pode ser que em nossa casa, como na casa de Jacó, existam muitas coisas que sejam ídolos. Coisas das quais gostamos, mas que desagradam a Deus. Precisamos nos livrar delas como Jacó se livrou de seus ídolos. Vou mostrar algumas coisas. Se forem ídolos mundanos vocês devem dizer: lixo e vamos jogá-las no lixo. Se não forem ídolos, vocês devem ficar calados e eu vou guardá-las. [Tirar da sacola ou caixa, alguns objetos , tendo uma lixeira ao lado. Se os objetos forem considerados ídolos, jogue-os na lixeira. Se não forem, guarde-os de volta ou coloque-os na mesa. Sugestões de objetos para ídolos: CDs de músicas mundanas, DVD de filme ou desenho mundano, alimento prejudicial (Coca-cola, chicletes, etc.), roupa mundana, etc. Sugestões de outros objetos: hinário, lição, Bíblia, maçã, CD de música sacra, etc. Dizer:]
Vocês sabem o que há na casa de vocês que pode ser um ídolo. Talvez no quarto de vocês haja um brinquedo, um CD, um DVD, uma roupa, uma revista, que não agrade a Deus. Quando chegarem em casa, verifiquem tudo e livrem-se deles. Depois, peçam a presença de Deus na vida de vocês e, com certeza, Ele vai trazer muitas bênçãos.

ATENÇÃO:  
Professor, seja o primeiro a fazer isso em sua casa. Com certeza isso dará muito mais poder a seu trabalho e Deus o abençoará grandemente.

MEMORIZANDO (opção A - verso da lição): 
[Ler o verso na Bíblia, explicar o significado e fazer os gestos como estão descritos na lição:]
Jacó chegou bem a Siquém - dar um passo à frente fazer sinal de positivo com as mãos;
Na terra de Moriá - mostrar a terra, tocar na cabeça e apontar o céu;
Gênesis 33:18 - desabrochar uma flor e formar um livro.

MEMORIZANDO (Opção B - verso opcional): 
Tirai os deuses estranhos, 
que há no meio de vós.”
 Gênesis 35:2. 
 [Com fita adesiva, fixar figuras de coisas que são ídolos mundanos na parede (televisão, artistas, roupas mundanas, capas de CDs e filmes mundanos, etc.). Colocar, acima deles, uma faixa com o verso para memorizar escrito com letras grandes. Ler o verso na Bíblia e dizer:] Jacó recebeu uma linda promessa de Deus, depois que se livrou dos ídolos e se consagrou ao Senhor. Se queremos ter a presença de Deus e suas promessas em nossa vida, precisamos tirar os ídolos da nossa casa, do nosso lar. Sem fazer isso, não adianta fazer culto, vir à igreja e ler a Bíblia. Primeiro temos que, com a ajuda de Deus, abandonar os ídolos. Depois, o caminho estará livre para que Deus possa nos abençoar. Vamos memorizar este verso e repeti-lo em casa, para ajudar as pessoas da nossa família a se livrarem dos ídolos. [Repetir o verso por várias vezes e, a cada vez, chamar uma criança para tirar uma das figuras de ídolos da parede, amassá-la e jogá-la no lixo.]

REVISANDO
[Usar os visuais utilizados na lição. O personagem de Jacó deve ficar de um lado e o de Isaque do outro. Jacó deve chegar até Isaque. Fazer as perguntas. Se as crianças acertarem, Jacó se aproxima um pouco mais de Isaque. Se errarem, Jacó fica parado ou retrocede.

CONTANDO AOS OUTROS:  
[Entregar páginas de revistas velhas que contenham figuras que, claramente, podem ser identificadas como ídolos mundanos. Pedir que as crianças identifiquem os ídolos, recortem-nos e colem em suas folhas de atividades. Depois que colarem tudo, pedir que façam um X sobre as figuras, usando caneta hidrocor. Enquanto trabalham, dizer:] Usem esta folha para contar a história de hoje e incentivar seus amigos e familiares a tirarem os ídolos de casa e do coração.

de http://evangelismoinfantil.blogspot.com.br

 

* "Falando do amor de Deus"

Texto Bíblico: 
Atos 10:23-27.
23 Pedro, pois, convidando-os a entrar, os hospedou. No dia seguinte levantou-se e partiu com eles, e alguns irmãos, dentre os de Jope, o acompanharam.
24 No outro dia entrou em Cesaréia. E Cornélio os esperava, tendo reunido os seus parentes e amigos mais íntimos.
25 Quando Pedro ia entrar, veio-lhe Cornélio ao encontro e, prostrando-se a seus pés, o adorou.
26 Mas Pedro o ergueu, dizendo: Levanta-te, que eu também sou homem.
27 E conversando com ele, entrou e achou muitos reunidos,

Objetivo: 
Conscientizar que devemos evangelizar.

Versículo Visualizado:
Palavra do dia:
Lembrancinhas:


de http://pequeninos-de-jesus.blogspot.com.br


* "Os Filhos de Jacó"

OBJETIVO:  
Mostrar a importância da união para a felicidade da família.

VERSO DA LIÇÃO: 
Nações e reis nascerão de ti.” 
Gênesis 35:1.

VERSO OPCIONAL: 
Como é bom ...
 quando os irmãos convivem em união!
 Salmo 133:1 

RECURSOS NECESSÁRIOS: 
Conquistando a Atenção: cópias de figuras coloridas e em preto e branco; 
Lição: escolher uma das opções de visuais abaixo, coração mau, coração bom, coração triste (abaixo), balão (de preferência em formato de coração), túnica pequena dentro de uma caixa de presentes (opcional); 
Memorizando: verso opcional visual da túnica; 
Revisando: túnica de José em cartaz; 
Contando aos Outroscópia da atividade abaixo para cada criança.


COMO PREPARAR OS RECURSOS NECESSÁRIOS

Lição:
Personagens (opção 1) - Encapar doze rolos de papel higiênico ou fazer rolos com papelão canelado, cuidando para que o personagem de José tenha roupa colorida e os outros, roupa escura. Fazer os rostinhos em círculos de cartolina e colar nos rolos (ver figuras abaixo).

opção 2) - Fazer cópias das figuras das páginas abaixo. Ampliar para o tamanho desejado. Colar em papel cartão e colorir. Colar um pedaço de palito de churrasco atrás de cada figura. Espetar as figuras em pedaços de sabão para mantê-las em pé (ver foto abaixo).




Exemplo de túnica dentro da caixa de presente.


Opção 3 - figuras: baixar as figuras coloridas do blog evangelismoinfantil.blogspot.com. Atrás, colar entretela, lixa, feltro ou pedacinhos de lã de aço (Bombril) para fixá-los no flanelógrafo. Ou colar em cartolina e ir mostrando os cartazes.

Opção 4 - cenário com cartazes: Fazer um círculo com isopor e encapá-lo com papel pardo. Encapar três retângulos de isopor encapados com papel e azul para montar as partes do cenário como na figura abaixo. Colar as figuras baixadas da internet em papel cartão ou retângulos de isopor.



 Corações:  Ampliar as figuras abaixo e colá-las em cartolina ou papel cartão. Também pode-se fazer os corações em EVA vermelho e desenhar as expressões com caneta permanente.


Memorizando: 
Em cartolina, ampliar a figura abaixo e recortar José e os pedaços da túnica. Pintar cada pedaço com uma cor diferente. Colar rolinhos de fita crepe atrás de cada pedaço (usar a fita crepe Adelbrás, que não danifica o material). Se quiser, algo mais prático, ampliar a figura em entretela sem adesivo (ou feltro), usando caneta permanente. Colorir com giz de cera. Usar a figura no flanelógrafo.


Revisando: 
Fazer uma cópia ampliada da figura de José acima.  Recortá-la e fixá-la na parede com fita adesiva. Recortar vários pedaços de papel colorido para serem colados na figura.

 CONQUISTANDO A ATENÇÃO: 
[Mostrar várias impressões de figuras em preto e branco e coloridas. Perguntar:] Quais dessas impressões vocês acham que são mais bonitas, as coloridas ou as que estão em preto e branco? [Dar tempo para as respostas.]  Quais vocês acham que ficam mais caras, as coloridas ou as que estão em preto e branco? [Dar tempo para as respostas.] Em nossa história de hoje vamos ter uma coisa colorida que custou caro em muitos sentidos. Prestem atenção!

APRESENTANDO A LIÇÃO: 
[Usar os visuais escolhidos para contar a história seguindo a lição Dizer:] Jacó tinha doze filhos [Colocar os visuais dos filhos de Jacó, uma a um, conforme for nomeando-os.] Rubem, Simeão, Levi, Judá, Issacar, Zebulom, Dã, Naftali, Gade, Aser, José e Benjamim. Os dez irmãos mais velhos eram muito ciumentos e encrenqueiros. Viviam criando confusão. O coração deles era assim. [Mostrar o coração mau.] José era um rapaz muito obediente e Benjamim era uma criança pequena ainda. Infelizmente, como Jacó amava muito a Raquel, ele tratava melhor os dois filhos dela, José e Benjamim, principalmente depois que ela morreu. Jacó não devia fazer isso porque isso fez crescer o ciúme no coração dos outros irmãos. [Encher um pouco do balão.]
  Além de ser filho da esposa predileta de Jacó, José também era um rapaz muito educado e obediente. Ele não vivia se metendo em confusões, como os irmãos maiores, e cuidava bem de Benjamim, que ainda era muito pequeno. O coração dele era assim. [Mostrar o coração bom.] Por isso, Jacó o elogiava muito diante dos outros irmãos e eles ficavam muito aborrecidos com aquilo e a raiva deles aumentava mais.[Encher um pouco mais o balão.] Por outro lado, quando os irmãos faziam alguma coisa errada, José tentava corrigi-los e, se não conseguia, contava tudo para o pai e eles levavam a maior bronca. Assim, a raiva deles por José crescia cada vez mais [Encher o balão um pouco mais]. Para piorar as coisas, um dia Jacó deu uma túnica muito bonita, toda colorida para José. [Opcional - Mostrar a caixa de presentes, abri-la e mostrar a túnica.]Os irmãos olharam para suas roupas simples e se encheram de inveja de José. Nenhum deles tinha ganhado uma roupa tão bonita assim. Quanta raiva eles sentiram de José! Ah! Se eles pudessem se livrar dele, fariam isso na mesma hora. E a raiva deles ficou maior ainda. [Encher o balão um pouco mais.] Toda aquela raiva acabava trazendo brigas e a casa de Jacó estava sempre em confusão. Que triste era aquele lar. Sábado que vem veremos o que aconteceu com toda essa raiva.

  MEMORIZANDO (opção A - verso da lição): 
[Ler o verso na Bíblia, explicar o significado e ensiná-lo, usando os gestos como estão descritos na lição:]
Nações e reis  - Abrir e fechar as duas mãos. Fazer uma coroa na cabeça usando as duas mãos;
Nascerão de ti - levar as mãos do ventre até o alto;
Gênesis 35:11 - desabrochar uma flor e formar um livro.

MEMORIZANDO (Opção B - verso opcional): 
Como é bom ... 
quando os irmãos convivem em união!” 
Salmo 133:1 
[Ler o verso na Bíblia e dizer:] Os irmãos de José viviam em brigas e discussões. Eles eram desunidos. Vejam o que acontece com uma família é desunida.  [Dar um cordão fino para uma criança e pedir que ela o quebre. Dizer:]  Quando há brigas e desunião, todos sofrem, todos ficam fracos. Mas quando uma família está unida todos ficam fortes. Vejam. [Dobrar o cordão diversas vezes e pedir que a mesma criança quebre os cordões unidos.Dizer:]  Quando todos são amáveis, gentis e vivem unidos, cuidando uns dos outros, a família fica forte, como os cordões dobrados, e é uma família feliz. Vamos memorizar o verso de hoje para lembrarmos de sermos unidos e vivermos bem dentro de casa.
[Pedir que quatro crianças segurem o cartaz com o verso. Recitá-lo com as crianças por três vezes. Depois, mostrar as partes do verso e pedir que uma criança monte o verso no visual, unindo as partes. Em seguida, recitar o verso novamente. Se necessário, pode-se embaralhar novamente as peças e pedir que  outra criança coloque-as no lugar certo. Enfatizar que é preciso unir as peças para o verso fazer sentido, assim como é preciso que os irmãos vivam em união para a família ser feliz.

REVISANDO: 
[Fazer uma pergunta. A criança que acertar poderá colar um pedaço de papel colorido na túnica de José.]  

APLICANDO: 
[Dizer:] Quando José ganhou sua túnica colorida, os irmãos de José ficaram com muita inveja dele. Com a inveja veio também o desrespeito. Uma das coisas que mais trás desunião entre os irmãos é a falta de respeito.  Vou dizer algumas frases. Se o que eu falar for algo que demonstre respeito e amor, vocês devem dizer: “respeito” e  unir as mãos de vocês. Se o que eu falar for algo que demonstre desrespeito, vocês devem dizer “desrespeito” e separar as mãos.
Partilhar, dividir, o que temos com nossos irmãos ou amiguinhos.
Invejar as coisas dos outros.
Esperar a vez.
Bater, chutar, empurrar, etc.
Conversar com educação.
Xingar.
Chamar a mamãe se não conseguir resolver sozinho.
Brigar.
Gritar.
Cuidar bem das coisas dos outros.

[Dizer:] Ninguém quer ter uma casa cheia de brigas como a de Jacó. Então, vamos fazer a nossa parte: nada de gritar, xingar, empurrar, e ser egoísta. Vamos ser muito educados e bondosos, mostrando respeito e consideração por todas as pessoas da nossa família. Assim nosso lar será feliz e unido.

CONTANDO AOS OUTROS: 
[Entregar as cópias da atividade para cada criança. Se elas forem muito pequenas, entregar tudo recortado e ajudá-las a montar o quebra-cabeça. Depois, elas devem colorir cada parte com uma cor diferente. Incentivá-las a usar sua atividade para contar a outros a história de hoje.]

de
http://evangelismoinfantil.blogspot.com.br